6 livros para entrar em 2020 com o pé direito!

O mês de dezembro é, frequentemente, a altura em que paramos e pensamos realmente naquilo que conseguimos cumprir durante todo o ano. Aquela viagem que queríamos mesmo fazer, aquela rotina que seria implementada, ou aqueles livros que não passaríamos sem ler. Todas estas resoluções começam a pesar na nossa reflexão e percebemos que o ano está a terminar e algumas ficaram por cumprir. 

Mas, calma! Pode já não dar para fazer a viagem a *inserir destino de sonho* que tanto idealizou, mas o ano ainda não terminou e a época natalícia é das melhores para pôr a leitura em dia! Neste sentido, elaborámos uma lista de seis livros para os amantes de literatura (e não só!) se deliciarem junto à lareira ou para aqueles que ainda têm de tratar das prendas de última hora! 

Sapiens – História Breve da Humanidade | Homo Deus – História Breve do Amanhã – Yuval Noah Harari

Yuval Noah Harari, historiador, investigador e professor de História do Mundo, na Universidade Hebraica de Jerusalém, conta-nos, em dois volumes, a jornada da espécie humana, o Homo Sapiens, desde o seu aparecimento até ao seu possível futuro. O autor, à medida que nos apresenta as revoluções que impulsionaram o desenvolvimento do Ser Humano, consegue refletir sobre a importância que as grandes instituições religiosas e ideológicas tiveram e têm na manutenção deste crescimento. Uma obra imperdível para todos aqueles  que se interessam, não só pela grande História Mundial, como também para os que refletem sobre o possível impacto que a Inteligência Artificial terá no futuro da nossa espécie. 

*Quero! Aqui e aqui.

Inteligência Artificial – Arlindo Oliveira 

Ainda para todos aqueles que se interessam pelo tema da Inteligência Artificial, mas que não têm muito tempo para ler, este ensaio será ideal. Em cerca de 120 páginas, Arlindo Oliveira, Presidente e Professor do Departamento de Engenharia Informática do Instituto Superior Técnico, onde tem desenvolvido trabalho no contexto de sistemas digitais, síntese lógica, algoritmia, aprendizagem automática e bioinformática, explica-nos o que é a inteligência artificial, a sua relação com a inteligência humana e reflete sobre as questões éticas que este tema suscita. 

*Quero! Aqui

Bad Blood: Secrets and Lies in a Silicon Valley Startup – John Carreyrou 

Em Bad Blood, John Carreyrou, jornalista do The Wall Street Journal, apresenta-nos a sua cobertura dos factos relativos ao recente escândalo de Silicon Valley em torno da startup Theranos. Esta empresa, fundada por Elizabeth Holmes de apenas 19 anos, apontada como a próxima Steve Jobs ou Bill Gates da área biomédica, pretendia criar uma máquina onde fosse possível obter uma panorama geral da saúde de qualquer utente com recurso a uma pequena amostra de sangue. A ideia revolucionária que ajudaria milhares de pessoas que receiam realizar análises ao sangue ou que não têm dinheiro para o fazer não passou, infelizmente, disso: uma ideia. Na prática, as ditas máquinas não tinham a estrutura para conseguirem realizar as análises de forma imediata, tendo resultado no colapso da empresa e da imagem da sua fundadora. Nas palavras de Bill Gates, este livro é um “thriller with a tragic ending”. Bad Blood ainda não se encontra traduzido para português, estando, por isso, apenas acessível para aqueles que se gostam de aventurar em leituras estrangeiras. 

*Quero! Aqui

Falar com Desconhecidos: O que devemos saber sobre as pessoas que não conhecemos – Malcolm Gladwell

Malcolm Gladwell não será um nome estranho para aqueles que gostam de acompanhar as últimas publicações na área das ciências sociais. Falar com Desconhecidos é a última obra publicada pelo prolífero autor e jornalista canadiano, onde aborda a forma como interagimos com outras pessoas, principalmente as que não conhecemos e os pré-julgamentos que contaminam as nossas ações. Explorando as tentativas falhadas do FBI em detetar os espiões que se encontram no seu seio e o caso da famosa Amanda Knox, acusada de matar a sua colega em Itália e, erradamente, condenada em 2007 por evidenciar comportamentos “estranhos” após o acontecimento, o autor sugere novas formas de prevenção de crimes. De leitura fácil, esta e as suas obras prévias, são uma excelente porta de entrada para quem quer conhecer a natureza dos comportamentos humanos e até reflectir sobre as suas próprias ações. 

*Quero! Aqui

Porque dormimos? O que nos diz a ciência sobre o sono e os sonhos. – Matthew Walker 

E porque nem só de trabalho vive o Homem, Matthew Walker, professor de Neurociência e Psicologia na Universidade de Berkley e diretor do Laboratório de Sono e Neuroimagiologia na mesma universidade, descreve-nos, de uma forma acessível, vinte anos de investigação acerca da importância do sono. Contrariando a noção popular do século XXI de que o sono é algo secundário, o neurocientista explica-nos como este se relaciona e influencia a nossa saúde e a contração de doenças como Alzheimer, cancro, diabetes ou obesidade. A falta de uma rotina apropriada de sono afeta, ainda, a nossa criatividade, capacidade de resolução de problemas, aprendizagem, memória, entre outras capacidades importantes para o normal funcionamento do ser humano e que afetam os seus níveis de desempenho no trabalho e vida pessoal. Um livro interessante que irá prender qualquer pessoa que se interesse em melhorar o seu bem-estar, saúde e desempenho. 

*Quero! Aqui

Boas leituras! 🙂📚